ADELINO GOMES
Investigador no CIES-IUL, integrou a equipa
do estudo Ser jornalista em Portugal. Perfis
Sociológicos (Gradiva, 2011), que prepara
nova investigação sobre “As Novas Gerações
de Jornalistas”. Participa no “Projecto Jornalismo
e Sociedade”, que prepara uma Carta
de Princípios para o jornalismo que está aí
a chegar. Embora reformado, considera-se
ainda e sempre jornalista, profissão em que
se iniciou em 1966.


ADRIANO MIRANDA
Estudou na Cooperativa de Ensino Artístico
Árvore no Porto e no Ar.Co em Lisboa.
Fotógrafo do Público desde 1996, foi editor
de fotografia de 2001 a 2005. Professor
e formador na área da Fotografia, leccionou
no Ar.Co, no CENJOR e, actualmente, no
Instituto Politécnico do Porto. Tem livros
publicados e está representado em colecções
em Portugal e no estrangeiro. Faz parte do
colectivo 121212 que está a realizar um levantamento
social de Portugal no ano de 2012.


ALBERTINA LOBO
É vice-presidente da Associação Tropical
Agrária (ATA). Desde 1983 que tem desenvolvido
projectos na área da Comunicação e
Desenvolvimento Rural, nomeadamente em
Portugal, Angola, Guiné-Bissau, Moçambique.
Mestre em Comunicação Social pela
Universidade Nova de Lisboa e licenciada
em Ciências Agrárias pelo Instituto Superior
de Agronomia-UTL.


ALCIDES A. MONTEIRO
Doutorado em Sociologia e professor auxiliar
na Universidade da Beira Interior, onde
dirige o curso de 2º Ciclo em Empreendedorismo
e Serviço Social. Autor de vários
artigos e colaborações em livros dedicados
ao desenvolvimento local/regional, terceiro
sector e voluntariado.

ALEXANDRE ABREU
Alexandre Abreu é doutorado em economia
pela School of Oriental and African Studies
da Universidade de Londres e investigador
do Centro de Estudos sobre África e do Desenvolvimento
do ISEG/UTL. Os seus interesses
de investigação principais incluem as
migrações e a economia política do desenvolvimento.


ALEXANDRE MAURÍCIO
Licenciado em Ciência Política e Relações
Internacionais pela Universidade Nova de
Lisboa e mestre em Políticas Locais e Descentralização pela Universidade de Coimbra.
Foi gestor de projectos na Câmara Municipal
de Lisboa e no Ministério da Educação.
É coordenador editorial escolar no grupo Leya.


ANA CRISTINA PEREIRA
Repórter do Público. Sempre pronta para
zarpar. Cronista do Diário de Notícias – Madeira.
Autora dos livros de reportagem “Meninos
de Ninguém” (Ulisseia, 2009) e “Viagens
Brancas” (Arcádia, 2011). Tem participado
em projectos de solidariedade, entre os quais
destaca “Desafios – direitos das mulheres na
Guiné-Bissau”, que co-assina com Nelson
Constantino Lopes (ACEP e LGDH, 2012).


ANA FILIPA OLIVEIRA
Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade Nova de Lisboa
e licenciada em Jornalismo pela Universidade
de Coimbra. Trabalha no sector da
Cooperação para o Desenvolvimento desde
2009, nomeadamente na ACEP e no CEsA/
ISEG.


ANA LARCHER CARVALHO
Professora Convidada do ISCTE-IUL e investigadora do Centro de Estudos Africanos.
Lecciona cadeiras de ONG e desenvolvimento,
avaliação de projectos e economia
e poder em África. Tem trabalhado como
consultora para a ONU, UE, BAD e outras
organizações internacionais.


BRUNO PEIXE DIAS
É membro do Centro de Filosofia da Universidade
de Lisboa e investigador associado da
Númena – Centro de Investigação em Ciências
Sociais e Humanas. Ex-coordenador da
Rede Europeia de Informação sobre Racismo
e Xenofobia.

CARLA CARVALHO TOMÁS
Em 1997 ingressou na licenciatura em Comunicação Social pela Escola Superior de Educação de Coimbra. Enquanto estudante colaborou com As Beiras e o Diário de Coimbra.
Estagiou no Público em 2001, permanecendo
até finais de 2006. Muda-se para Madrid
em 2007, onde se mantém como fotógrafa
freelancer.


CARLOS JALALI
Politólogo, doutorado pela Universidade
de Oxford, professor na Universidade de
Aveiro e director do Mestrado em Ciência
Política na UA. A sua investigação centra-se
na área das instituições políticas portuguesas
em perspectiva comparada; partidos e sistemas
de partidos; e comportamento eleitoral,
tendo vasta bibliografia publicada em torno
destas temáticas.


CARLOS SANGREMAN
Economista do ISEG, doutor em Estudos
Africanos do ISCTE e Professor Auxiliar na
Universidade de Aveiro. Foi consultor no
PNUD, Banco Mundial e União Europeia
na Guiné-Bissau e Cabo Verde. Investigador
em vários projetos nos PALOP e Timor, na
área do Desenvolvimento. É coordenador
geral da UA para a Cooperação e membro
da direção do CEsA/ISEG.


CATARINA FALCÃO
Conclui a licenciatura em Relações Internacionais,
no ISCSP (2010). Fez a pós-graduação
em Jornalismo Multiplataforma promovida
pela Impresa e FCSH/UNL e estagiou no semanário Expresso, na SIC e na Rádio Renascença. Após a conclusão da pós-graduação começou a trabalhar no jornal i, onde escreve principalmente na secção de Política. Participou na redacção dos livros de actas das Conferências
do Estoril, em 2009 e 2011.


CATARINA GOMES
Trabalha há 14 anos no Público. Interrompeu
a sua actividade profissional para ver Portugal
ao longe e pensar no jornalismo à distância,
rumando a Londres, onde tirou o Master of
Sciences in Media and Communication na
London School of Economics. No jornalismo,
o que mais gosta é de escrever reportagens e
histórias de vida.

CONCEIÇÃO LIMA
Poeta e jornalista santomense, trabalhou e exerceu cargos de direcção na rádio, na televisão e na imprensa escrita, em São Tomé e Príncipe,
e foi jornalista da BBC. Em 1993, fundou o
já extinto semanário O País Hoje. Licenciada
em Estudos Africanos, Portugueses e Brasileiros
pelo King’s College de Londres, é mestre
em Estudos Africanos pela School of Oriental
and African Studies (Londres).

CORSINO TOLENTINO
Cabo-verdiano. Doutorado em Ciências da
Educação pela Universidade de Lisboa, é
membro do Conselho de Administração da
Fundação Amílcar Cabral e sócio correspondente
da Academia das Ciências de Lisboa.


DAVID CLIFFORD
Nasceu no Canadá e apaixonou-se pela fotografia
aos 15 anos. Formado em Fotografia
no Ar.Co em Lisboa, integra em 1998 o departamento de fotografia do Público, onde
exerceu funções de subeditor e, mais tarde,
de editor de fotografia até 2008. Já expôs em
Portugal, Espanha e França e é co-autor de
3 livros. Actualmente é fotógrafo freelancer,
enquanto desenvolve projectos pessoais de
carácter documental.


ELÍSIO MACAMO
Moçambicano, é doutorado em sociologia
pela Universidade de Bayreuth (Alemanha) e
actualmente professor de Estudos Africanos
na Universidade de Basileia (Suíça), onde é
director do Centro de Estudos Africanos e
responsável pelo Programa Interdisciplinar de
Doutoramento em Estudos Africanos.

FÁBIO TEIXEIRA
Natural do Funchal, na ilha da Madeira,
descobriu o fotojornalismo no Jornal Universitário de Coimbra, enquanto estudava
Psicologia. Actualmente em Lisboa, trabalha
por conta própria e já publicou em diversos
jornais e revistas, em particular no Público,
onde estagiou. Encontra na fotografia uma
óptima desculpa para saltitar entre mundos
e contar histórias.



FERNANDO ALVES
Jornalista da TSF, é autor do programa Sinais nas manhãs da TSF.

FERNANDO JORGE CARDOSO
É doutorado em Economia pelo ISEG e
especialista em Estudos Africanos e do Desenvolvimento. Actualmente é director de
estudos do Instituto de Estudos Estratégicos
e Internacionais, e investigador no Centro
de Estudos Africanos do ISCTE-IUL e no
Instituto Marquês de Valle Flôr.

FERNANDO VELUDO

Nasceu no Porto (1958). Formado em Fotografia

na Cooperativa Árvore, iniciou-se como
fotojornalista em 1988, colaborando com o
Expresso e o Diário de Notícias. Em 1989,
integra a equipa fundadora do Público, onde
foi editor de redacção do Porto durante sete
anos. Em 2007, sai para encabeçar o projeto
nFactos, uma empresa de jornalismo multimeios,
que produz trabalhos jornalísticos nas
áreas da Imprensa, Rádio, Televisão e Internet.

 

JAVIER MARTÍNEZ
Nasceu em Saragoça, Espanha. Em 2008
concluiu o Curso Avançado na Ar.Co. Ao
mesmo tempo, trabalhou como editor de
fotografia em vários jornais nacionais. Actualmente faz parte do colectivo de artistas
Atelier Concorde. Em paralelo, trabalha
particularmente na área de vídeo, na agência
de notícias Global Imagens.


JÉAN-RENÉ BILONGO
Dirigente sindical, jornalista, escritor. Nasceu
nos Camarões em 1975. Emigrou para Itália
em 2000, fez todo o tipo de trabalho até chegar
à Confederazione Generale del Lavoro (CGIL).


JOÃO HENRIQUES
Fotojornalista, trabalhou sempre como freelancer. Estudou Jornalismo e Fotografia e estagiou no Público, onde continuou a colaborar
regularmente. Colabora também com a The
Associated Press e trabalha como freelancer
para as revistas Timeout, Sábado e Playboy.
Em 2010, realizou o sonho antigo de trabalhar
em África: atravessou o continente pela costa
ocidental, documentando histórias relacionadas
com futebol, no ano do primeiro
Mundial em África.


JOÃO PEDRO PEREIRA
Jornalista do Público, onde escreve sobre media
e tecnologia. Tem dedicado os últimos
anos a explorar o potencial do jornalismo digital. Fundou em 2006 uma editora de livros electrónicos. Cresceu em Santa Maria da

Feira, estudou em Coimbra, vive em Lisboa.
 

JOÃO PEIXOTO
Professor e investigador no SOCIUS/ISEG.
Doutorado em Sociologia Económica e das
Organizações. A sua principal área de investigação são as migrações internacionais. É
autor de vários livros e trabalhos publicados
em revistas nacionais e internacionais.


LARA JACINTO
Fotógrafa freelancer e licenciada em Design
Multimédia pela Universidade da Beira Interior,
terminou, em 2011, o Curso Profissional
de Fotografia, no Instituto Português de Fotografia. Até 2010, foi designer em projectos de edição escolar, ano em que venceu o concurso Jovens Criadores. Em 2011, foi vencedora do concurso Novos Talentos FNAC.


LEONARDO NEGRÃO
Nasceu em Lourenço Marques, Moçambique,
em 1966. Foi refugiado com 6 anos, em
Lisboa. Começou a fotografar com 14 anos,
com uma Agfa Óptima. Ingressou como estagiário auto-didacta no Diário de Notícias
em 1992, passando para quadro da empresa
um ano depois. Tem vários prémios a nível
nacional. Actualmente trabalha na recente
agência fotográfica criada no grupo, a Global
Imagens.


LIVIA APA
Investigadora no Dipartimento di Studi Letterari,
Linguistici e Comparati dell’Università
degli Studi di Napoli “ L’Orientale” na área
dos estudos culturais dos países de língua
oficial portuguesa. Ocinema africano e a relação
entre língua e cidadania são algumas
das suas áreas de investigação.


LÚCIA CRESPO
Licenciada em Ciências da Comunicação
pela Universidade Nova de Lisboa, é jornalista
desde 1999. Actualmente, é editora do
“Weekend”, o suplemento de fim-de-semana
do Jornal de Negócios. Antes, dedicava-se, em
especial, às temáticas do empreendedorismo,
responsabilidade social e economia solidária.


LUÍS JERÓNIMO
Integra a equipa do Programa
Gulbenkian de Desenvolvimento Humano da Fundação Calouste Gulbenkian, onde se tem dedicado às questões da inovação e empreendedorismo social. É licenciado em Filosofia pela Faculdade de Ciências Sociais

e Humanas da Universidade Nova de
Lisboa. Nasceu a 1 de Agosto de 1981 em
Castelo Branco.



MAFALDA GAMEIRO

Licenciada em Comunicação Social pelo ISCSP, é jornalista na RTP desde 1991. Iniciou a carreira no Telejornal e, em 2000 transita para a grande reportagem. Em 2009,assume a coordenação do programa Linha da Frente que recebeu o prémio de Melhor Programa de Informação 2011, pela SPA. Tem várias reportagens premiadas.

MANUEL CORREIA GUEDES
Doutor em Arquitectura, é professor associado
no Instituto Superior Técnico-UTL,
director do Architectural Research Centre.
Coordenador nacional do projecto SUREAFRICA,
do projeto ASIA-LINK com a
Universidade de Cambridge e de dois projectos
sobre Sustainable Energy Efficient.


MANUEL ROBERTO
Nasceu em Inhambane, Moçambique, no final
do ano de 1965. Iniciou a sua carreira nos
anos 1980, como fotojornalista, no semanário
moçambicano Domingo. Em Portugal, trabalhou
no Jornal de Notícias e n’O Primeiro
de Janeiro, antes de integrar em 1994 o jornal
Público onde permanece e exerce a função de
subeditor de fotografia. Participou em várias
exposições colectivas.


MARGARIDA SANTOS LOPES
Jornalista e estudiosa do Médio Oriente desde
1979, quando iniciou a carreira na agência
ANOP. Em 1989, integrou os quadros fundadores
do diário Público, onde foi editora
da Secção Internacional e da revista Pública e
é, actualmente, redactora principal. Ganhou
o Prémio Norberto Lopes, da Casa da Imprensa,
em 1993. É autora de três livros, o
mais recente, Novo Dicionário do Islão.


MARIA PAULA MENESES
Investigadora do Centro de Estudos Sociais
Aquino de Bragança, em Moçambique, é
doutorada em Antropologia pela Universidade
de Rutgers (EUA). É igualmente membro
do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, onde integra o núcleo de estudos sobre Democracia, Cidadania e Direito, que co-coordena.

MARIANA PALAVRA
Nasceu há 34 anos junto ao mar, em Ovar.
Cedo sonhou ser estrangeira. Migrou primeiro
para Coimbra para estudar jornalismo.
Depois de uma passagem tímida por alguns
orgãos de comunicação social portugueses,
aterrou em Macau em 2002 para ser jornalista
na televisão local. Do Oriente para as
Caraíbas em 2009. Um ano na rádio da ONU
no Haiti (e um terramoto) depois, trocou o
jornalismo pela protecção das crianças na
mesma missão de paz das Nações Unidas.
Pouco tempo depois, entrou na UNICEF.
Ainda lá anda, na agência da ONU para as
Crianças, e no Haiti.

MARINA COSTA LOBO
Doutora em Política pela Universidade de
Oxford (2001), é investigadora no Instituto
de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.
Tem trabalhado sobre instituições, partidos
políticos e comportamento eleitoral. É autora
de Governar em Democracia (ICS 2005) e de
vários artigos em revistas nacionais e internacionais.



NELSON DIAS
Licenciado em Sociologia e Mestre em Planeamento e Avaliação de Processos de Desenvolvimento, ambos pelo ISCTE. Presidente
da Associação In Loco. Consultor das Nações
Unidas e do Banco Mundial para a implementação do Orçamento Participativo em Cabo Verde e em Moçambique, respectivamente.



NELSON GARRIDO
Licenciado em Comunicação Social e em
Fotografia. Participa na edição do livro “15
anos de fotografia” editado pelo Público. Em
2005, ganha 3 menções honrosas no concurso
de fotojornalismo da revista Visão, e vence
a categoria de fotografia de arquitectura do
Euro Press Photo Awards da Fuji Film. Foi
premiado no Premio Estação Imagem|Mora
em 2010 e 2011. Desde 1999 é fotojornalista
no jornal Público.

NUNO FERREIRA SANTOS
Fotojornalista desde 2003 no jornal Público,
cobre diariamente acontecimentos de sociedade, política, cultura ou desporto. Entre as reportagens que fez para o Público contam-se um trabalho sobre tuberculose na Sibéria ou
a cobertura das manifestações na Grécia, em
Fevereiro de 2010. Em Julho de 2010 esteve
no Iraque para uma série de reportagens.

PAULA BORGES
Jornalista da RDP-África, realiza o “Boletim
de Saúde” e “Objectivos do Milénio”, este
distinguido com uma Menção Honrosa pela
APF. Recebeu o prémio “Jornalismo pela
Tolerância” (Rádio, 2002). Trabalhou na
SIC-Notícias e na D&D e em vários jornais.
É licenciada em Comunicação Social
e pós-graduada em Relações Internacionais
pelo ISCSP, foi bolseira da FLAD na Boston
University.

PAULO NUNO VICENTE
Documentarista e jornalista (RTP-Antena 1).
Tem realizado trabalhos em África, Médio
Oriente, Europa e América Latina. Prémio
Direitos Humanos e Integração (2009), na
categoria de Rádio. Bolseiro de investigação
no Programa de Doutoramento UT Austin/
Portugal – Digital Media. Docente universitário
e formador profissional no domínio do
jornalismo multimédia.


PAULO PIMENTA
Fotojornalista do jornal Público, empresta o
seu olhar a uma câmara há longos anos. Em
2010, recebeu o galardão máximo do concurso
Estação Imagem Mora e, em 2012, foi
novamente premiado, desta vez na categoria
Artes e Espectáculos. “Na Casa de…” (2011)
e “Histórias fora de Palco” (2012) são os seus
trabalhos mais recente – exposições distintas,
mas com preocupações sociais em comum.


PEDRO ROSA MENDES
Escritor, jornalista e académico. Autor de ficção,
reportagem e ensaio. Colaborador de diversas
publicações internacionais. Candidato a doutoramento na EHESS (Paris), onde desenvolve uma investigação sobre a influência do Bloco Soviético na Guiné-Bissau. Membro
do grupo interdisciplinar “Elites africanas na
URSS” que envolve historiadores, sociólogos
e cientistas políticos de diversos países. Reside
actualmente em Genebra, Suíça.

 

RICARDO ALEXANDRE
Jornalista da Antena1, onde foi director-adjunto
(2005-12), coordenou o Programa da Manhã, fez reportagem de guerra nos Balcãs, Afeganistão e Palestina, tendo obtido dois prémios nacionais. Tem trabalhos publicados nos principais jornais portugueses e em vários livros. Professor universitário, é licenciado em Sociologia, mestre em Sociedades e Políticas Europeias e doutorando em Relações Internacionais.



RITA COLAÇO

Repórter há 10 anos. Em 2006, uma grande
reportagem sobre a Coreia do Norte valeu-lhe
uma menção honrosa da AMI. Formada em
Geografia e Planeamento Regional pela Universidade Nova de Lisboa. Mestranda em Estudos Asiáticos na Universidade Católica de
Lisboa. Mãe de primeira viagem desde 2011.

 

SÉRGIO AZENHA
Licenciou-se em Jornalismo pela Universidade
de Coimbra em 2002 e enveredou pelo
fotojornalismo. Após um estágio no Jornal
de Notícias, inicia a sua actividade profissional
no jornal As Beiras e depois no Público.
Em 2005 torna-se freelancer, mantendo
colaborações com jornais diários, revistas e
agências noticiosas. Colabora também com
a UC, a Universidade Católica e o Círculo
de Leitores.

 

SOFIA BRANCO
Jornalista há 12 anos, actualmente na Agência
Lusa. Professora de Direitos Humanos e Direitos
das Mulheres na Universidade Nova de
Lisboa, está a fazer Doutoramento em Sociologia. Autora do livro Cicatrizes de Mulher,
sobre mutilação genital feminina, é membro
do Fórum de Peritas e Peritos do EIGE. Foi já
distinguida com seis prémios de jornalismo e
direitos humanos.


SOFIA LORENA
Jornalista da secção Mundo do Público desde
2001, escreve particularmente sobre países árabes e muçulmanos. Esteve no Iraque em 2003
e em 2010. Estudou árabe no Iémen, viajou
pela Síria, Líbano, Israel, Palestina, Turquia,
Bahrein ou Kuwait. Em 2011, ganhou o prémio
Gazeta de Imprensa pela série de reportagens
sobre o Iraque, publicadas em Agosto de 2010.

 

SUSANA MOREIRA MARQUES
É jornalista freelancer. Publica regularmente
no Público e no Jornal de Negócios. Com a
série de reportagens “Os Novos Portugueses” (Público, 2011) ganhou o Prémio AMI –

Jornalismo contra a Indiferença e o 1º Prémio
“Direitos Humanos & Integração” (Imprensa),
atribuído pela Comissão Nacional
da UNESCO e o Gabinete para os Meios de
Comunicação Social.



TÂNIA SANTOS

Trabalha no sector do Desenvolvimento desde
2004 em temas como sociedade civil e
participação social, relações Estado-sociedade
e políticas públicas de bem-estar. Mestre
em Desenvolvimento e Cooperação Internacional
pelo ISEG-UTL e Licenciada em
Política Social pelo ISCSP-UTL. Colabora
actualmente com o CEsA-ISEG num projecto
de pesquisa sobre financiamento internacional
das ONGD portuguesas.


TIAGO PIMENTEL
Estudou Jornalismo na Universidade de
Coimbra e aprendeu muitas outras coisas
fora dela. Viveu alguns meses em Macau
antes de se tornar jornalista do Público, em
2009. Interessado em questões relacionadas
com desporto, identidade e desenvolvimento.

 

VIRIATO SOROMENHO-MARQUES
Professor catedrático de Filosofia da Universidade de Lisboa e membro correspondente da Academia das Ciências de Lisboa. Foi Vice-Presidente da Rede Europeia de
Conselhos do Ambiente e do Desenvolvimento
Sustentável. É membro do Conselho
Nacional do Ambiente e Desenvolvimento
Sustentável (CNADS); coordenador científico
do Programa Gulbenkian Ambiente
(2007-2011); membro do High Level on
Energy and Climate Change do Presidente da
CE (2007-2010).


WALDIR ARAÚJO
Nasce na Guiné-Bissau em 1971 e aos 14
anos viaja, pela primeira vez, para Portugal.
Na bagagem leva o prémio obtido no concurso
literário do Centro Cultural Português,
em Bissau. Em Lisboa prossegue os estudos
secundários e frequenta o curso de Direito.
Jornalista desde 1996, integra a redacção da
RDP-África desde 2001.