A Fundação J´aime Haiti não tinha mais nada para oferecer quando deu os primeiros passes (sic) em 2006: 20 cestos de basquetebol para bairros pobres de Porto Príncipe, capital do Haiti. Ti Gera (pequeno Gerald), o seu fundador, quase sem mobilidade corporal, vê em tudo uma oportunidade. Muitos cestos e torneios depois, diz que se limita a devolver à comunidade o que ganhou pessoalmente. É agora também Secretário de Estado para a Integração das Pessoas com Deficiência.